Dicas Para Conquistar um Homem Casado

Dicas Para Conquistar Homens Casados

Existem mulheres que se sentem hipnotizadas por aquele pedaço de metal dourado na mão esquerda dos homens. Para algumas, nada é mais excitante do que se relacionar com um homem casado, sabendo que estão satisfazendo os desejos e as vontades que as próprias mulheres casadas com eles já não mais satisfazem. Além disso, a adrenalina, o medo de serem descobertas e o proibido fazem com que este tipo de relação seja extremamente prazerosa.  Por isso, elas buscam dicas para conquistar um homem casado.

Conheça aqui meu vídeo, e aprenda dicas importantes sobre o assunto!

Conheça algumas dicas para conquistar um homem casado

Conquistar um homem casado não é diferente de conquistar homens solteiros, separados, viúvos… Aquelas regrinhas básicas de autoconfiança, beleza em dia, se mostrar interessada sem ser grudenta e mostrar que tem a própria vida independente do outro valem neste caso também. Isso ainda pode ajudar a conquistar colega de trabalho, caso seja o homem casado que deseja.

Os homens casados, quando querem pular a cerca, procuram por uma mulher que seja cabeça aberta, não tenha pudores e que seja livre sexualmente. Afinal de contas, não é todo o tipo de mulher que aceitaria entrar de cabeça em um relacionamento sabendo que será colocada em segundo plano. Desta maneira, mulher que faz cobranças e bastante ciumenta simplesmente não combina com homem comprometido. Se envolver com um homem casado significará ter que aceitar que ele não estará por perto em datas festivas e que alguns compromissos com você terão que ser adiados em função da mulher oficial. Além disso, é preciso saber lidar com a presença da outra mulher em sua vida. Jantares, telefonemas, presentes, tudo isto estará presente na vida deste homem e muitas vezes eles não serão direcionados a você. Portanto, uma das dicas para conquistar um homem casado é ter jogo de cintura e engolir os ciúmes que por ventura apareçam.

Muitos homens, quando casados e se relacionam com mulheres livres e desimpedidas, estão irritados e cansados da cobrança que existe em casa por parte da esposa. Desta forma, quando encontram uma amante, o que eles querem é poder se divertir, liberar a tensão e ficar tranquilos ao lado de uma mulher que não fará cobranças. Homens casados geralmente já tem problemas o suficiente em casa, com contas a pagar, educação dos filhos e tudo o mais o que um casamento impõe. Por isto, quando começar a se relacionar com um homem comprometido, o melhor que você pode fazer é se esquecer de reclamar e implorar por atenção e comprometimento, visto que é justamente disto que eles querem fugir.

Em um relacionamento em que você será a outra, é preciso estar preparada para decepções. Caso você esteja em busca apenas de aventura, não haverá maiores problemas em assumir um compromisso com um homem casado. Porém, se está em busca de um relacionamento sério, o baque pode ser maior. Afinal de contas, não são poucos os homens que prometem largar a mulher para ficar com a namorada e não o fazem. Antes de se comprometer com um homem já comprometido, pese na balança os prós e contras de um relacionamento deste tipo. A aventura, a adrenalina e a auto-estima nas alturas compensarão a solidão em determinados dias, a falta de comprometimento e as mentiras?

Conheça mais dicas para conquistar um homem casado, aqui. Assista meu vídeo!

Deixe seu comentário!
 

13 Comentários em "Dicas Para Conquistar um Homem Casado"

  • Camilla disse:

    Há 2 anos mudei de emprego e me apaixonei pelo meu chefe. Ele é um empresário bem sucedido, casado e pastor.
    Eu tenho 31 anos e ele 39.
    Nos relacionamos desde que nos conhecemos. Ele largou a igreja, mas não a família.
    Estamos juntos até hoje e ainda somos apaixonados um pelo outro. E o fato é que eu também sou casada. Já tentamos nis separar, mas nunca conseguimos.

  • Vivi F. disse:

    Me apaixonei perdidamente por um homem casado, na fase em que a esposa estava gravida. entre idas e vindas, promessas, mentiras e momentos maravilhosos temos 1ano e 5 meses. ela descobriu no início mas isso não nos afastou..e agora ele sumiu há uma semana pois ela viu uma mensagem minha…me bloqueou em tudo, e não sei se dessa vez ele volta!

  • Amélia disse:

    HÁ 2 anos conheci um homem separado,que vivia com 2 filhos de 20 e 26 anos.Sou divorciada.De inicio foi um conto de fadas,agora no que respeita ao comportamento dele para comigo,continua 5 estrelas.Sempre saiamos à noite pra jantar,com um programa etc,uma ,duas vezes por semana.A “ex” teve um cancro do peito maligno,mas controlado,os filhos começaram a ver o pai interessado numa mulher,ele é mto rico e status alto,conclusão com o pretexto da doença e com medo de não ver os filhos no dia seguinte,pediu para ir lá para casa.Ele teve uma conversa comigo,pois como poderia encarar os filhos caso ele recusasse e ela morresse e que ia suspender os papéis de divórcio e a vida dele ficaria condicionada.Além disso que eu não queria nem ele que fossemos amantes.Respondi que que ele teria de escolher,afastamo-nos umas semanas,mas voltamos a andar juntos e aceitei o papel de amante.Ao fim de um ano passei de namorada a amante com os filhos tentando controlar o pai.Continuamos a sair juntos,a almoçar fora,pois ele gosta de restaurantes caros e bons,depois passamos o resto da tarde fazendo amor.A partir dai,ele nunca prometeu mais nada ,pois diz que não sabe se vai cumprir,nunca me diz por palavras ,amo-te etc,acho que até evita,mas as atitudes dele mostram que gosta de mim,e ás vezes se eu não posso vamos almoçar e + nada.Deixamos de sair a noite,de ir ao cinema etc.Ambos temos trabalhos autónomos.Em publico andamos abraçados e ele beija-me a frente de toda a gente.Damo-nos bem,temos intelecto comum etc.Há meio ano os filhos industriados pela mãe ,fizeram-lhe um ultimato,ou eu ou ele deixava de ver os filhos…então ele ficou com medo de mim e deles e pediu para não o contatar de forma alguma ,nem mail,nada pois era observado.Estivemos dois meses( de maio a julho) sem nos vermos,sofri muito,mas não andei atrás dele,nem o vi…ele voltou…diz que só quer que o filho mais novo acabe o curso(falta um ano)que não vai acabar os dias com a ex,que nunca me vai deixar,só que cada dia que passa estamos mais envolvidos emocionalmente,mesmo vendo uma vez por semana em vez de diminuir com o tempo,a loucura é cada vez maior.Há um mês que comecei a lidar e sofrer com a situação como se tivesse uma ferida no peito que não cicatriza,nunca senti um amor assim.Tenho 50,ele 54,mas ambos com um aspeto mto jovem e espirito e ambos sofisticados,com os mesmos gostos.Ele não tava a espera nem eu de tal sentimento.Nunca dormimos juntos e de inicio demoramos a ter sexo.Concluindo,eu é que terei de o deixar a ele,pois ele não me deixará nem vai enfrentar os filhos,penso.Ah há 1 ano e meio ele deu-me 500 euros de prenda de anos e só há 2 meses a ex é que resolveu enviar-me sms para eu devolver o dinheiro,ele disse que não queria que ela me incomodasse,arranjou esquema dizendo que eu lhe tinha dado em mao o dinheiro de volta.Eu ignorei todas as sms dela.Continuamos juntos,mudamos nº de telem,mas ela até a net o proibiu,agora no ano novo arranjamos mail diferente,diz ele não vá o diabo tecê-las.Mais dia menos dia isto vai explodir de alguma forma…eu faço de conta que é problema dele,mas penso mesmo cada vez mais em ser forte e acabar…eu sei que a vida dele é um horror ,com uma pessoa chantageando emocionalmente,dizendo ter os dias contados..,contolando,querendo ele de volta depois de estarem anos de costas voltadas e ter sido ela a sair de casa um ano antes de nos conhecermos…nós gostamos mesmo um do outro e agora que vou fazer,largo e sofro ou espero mais um pouco o filho se formar e ele resover partilhas dele de bens dos pais que estão meio caminho andado?Eu não quero nem preciso do dinheiro dele,nem quero viver em união,mas pelo menos ter + apoio e ao fim de semana estar com ele,férias e datas como passagem de ano sem ter que ficar sozinha ou ter de sair com os amigos…sinto-me triste ,desetabilizada e se calhar perdendo meu tempo,pois tenho posto de lado partidos interessantes,mas…sempre fui contra o ser-se amante e foi logo acontecer comigo sem contar…piorou a situação,vemo-nos 1x por semana,não fazemos eventos em conjunto e mais raramente me expresso ou faço drama,calo-me e curto os momentos e ele diz tem calma,não te preocupres,arranjando estratagemas para não ser chateado em casa e tentando que eu não o abandone…Qual o conselho que me dá e que desfecho terá isto tudo?Ah ele interessa-se mto pelo meu trabalho,apoia e quer que siga em frente,pois sou artista plástica designer ,artesã, e comecei num curso superior de joalheria e neste momento com certos problemas e alguns económicos,familiares,morte do meu pai,ia desistir do curso mas ele ofereceu-me em dinheiro como prenda de Natal ,2 meses pro curso ,porque não quer que desista e eu tenho talento …estou a pagar o lar a mha mãe e não ganho para tudo neste momento.Estou mais frágil mas mais decidida a não sofrer…ou seja quer o arrume ou não vou sofrer…dilema.P.S. Peço desculpa pelo forma como relatei e redigi o meu drama,sem reler.Gostava de uma resposta,tem dias que não consigo ter criatividade nem trabalhar…

  • Ana Araújo disse:

    Resolvi viver uma aventura com um homem casado. Mas nós nos apaixonamos. Não foi programado, o sentimento nasceu sem nenhum perceber ou concordar. Ficamos juntos dois meses, fizemos planos de ele se separar. Mas, como todo homem casado ele decidiu não ficar comigo por causa dos filhos. Hoje, ao nos vermos, apenas como amigos, os olhos brilham, o sorriso é encantador, a voz é doce e mansa, mas ele continua casado, e a gente hoje, quase não se ver.

  • Princesa disse:

    Ola, tenho 20 anos, e estou noiva à 3 anos. Amo muito meu noivo, mas a gente nunca combinou muito, nosso jeito nunca bateu, a gente briga bastante, e acho que estou cansada disso. Sem falar que ele mora fora, a 300km de mim fazendo faculdade. Toda mulher que conhecesse ele diria que ele é perfeito! Lindo, estável, corpão, super carinhoso e amoroso, atencioso, quer casar e ter uma família! Mas eu não estou me sentindo bem ultimamente com ele! E pra piorar a situação, semana passada estava comprando um carro pra mim, e o vendedor do carro era lindo e agradável, porém casado… A gente andou junto no carro um tempão pra ele me mostrar direito, mas em nenhum momento ele deu em cima de mim nem eu dele. Mas, uns dias depois, conversa vai conversa vem, trocamos varios sms por celular, conversamos muito. E o dia que ele foi me entregar o carro, a gente se beijou. Eu fiquei super arrasada, pois nunca traí meu noivo. Mas a partir daí não tiro ele da cabeça!!!! E eu não vou atrás, ele que me liga e me manda msgm ainda… E eu sempre respondo, a gente conversa um tempão, e marcamos um encontro, e ficamos pra valer. Foi ótimo…. parece que estou me apaixonando tudo de novo. A gente não toca no assunto de noivo ou esposa. Faz 1 semana que estamos juntos. Meu noivo já notou que estou diferente com ele, mas sempre digo que está tudo bem. O que eu faço… Termino enquanto ja esta no começo ou espero um pouco pra ver se pode dar certo??

    • Sandra Coelho disse:

      Não sei se ter um relacionamento com uma pessoa casada é legal, especialmente quando você começa a se envolver demais. Mas, se é isso que você quer, espera mais um tempo para ver no que dá.

      Independente de qualquer coisa, termine com o seu noivo. Afinal, vocês não combinam mesmo e você não parece que sente nada mais forte por ele.

    • Sonhadora disse:

      Princesa, termine com o casado. Analise bem seu relacionamento com o noivo, peça discernimento à Deus para que tome a melhor decisão sobre constituir família ou não com ele, mas sobre o vendedor, definitivamente pare enquanto é cedo. Estou na mesma situação e sofro muito com isso. Não escolhi, de forma alguma. Nos conhecemos, me apaixonei perdidamente e quando ele revelou ser casado já o estava amando. Já faz um ano. A razão de fato diz que devo parar, o que começa errado termina errado, se me coloco no lugar da esposa me sinto péssima e por vezes me senti “usada”, isso é muito dolorido; no entanto o coração não assimila dessa maneira, cada dia sinto que o amo mais. Rezo muito para Deus direcionar e tirar de mim esse sentimento, só assim pra tomar uma decisão porque por ele, sinto que continuaremos por muito tempo ainda, sem contar que claro, é uma situação cômoda onde um homem tem duas mulheres…

  • jhessica disse:

    adorei esse blog me ajudou muito eu estava caidinha por um homem casado mais com essas dicas mudei de ideia mais mesmo assim gosto bastante dele esse é o maior pobleme disso tudo. ok valeu

  • tania disse:

    eu tenho um relacionamemto com homem casadomas ele fica mas comigo do que a mulher dele ele da muita bamdeira oque vc tem a dizer disto

  • Marilene disse:

    Estou casada há 14 anos, tenho 02 filhos e há um ano meu marido adquiriu uma enfermidade: Placa de Peirone (causa atrofiamento do órgão genital), somando os anos juntos e essa fatalidade meu casamento começou a sofrer, as discussões aumentaram, os desentendimentos eram constantes, nesse período reencontrei um grande amigo, hoje casado há 14 anos também, amigo esse que sempre tivemos um grande carinho um pelo outro, começamos a conversar e interesse em nos encontrar foi só aumentando em ambas as partes, estamos há 07 meses nessa situação, já nos encontramos 03 vezes, sofremos com isso pois não é o que queríamos, mas sentimos necessidade um do outro, nos entendemos, e confesso que depois que começamos essa situação meu casamento melhorou, mesmo sem sexo, estou mais paciente, ambos temos consciência que estamos casados e é isso que queremos, continuar casados, não sei até onde conseguiremos levar essa situação, já tentamos nos afastar… mas não conseguimos, é uma situação que não desejo pra ninguém, não fomos nós que escolhemos tudo isso, é muito fácil julgar quando vc não está dentro da situação, nunca imaginei passar por isso, trair o meu marido, me sentir bem com tudo isso…que bom desabafar um pouco, abraços

  • Ana disse:

    Penso que seria importante para cada uma de voces fazerem uma auto análise sobre porque investem em comportamentos destrutivos tanto para vocês, quanto para o outro.. Porque vcs esperam que seus relacionamentos possam ser respeitados e cuidados se vcs nao fazem o mesmo pelas outras pessoas?
    Não confundam erotismo e superexposição com amor próprio.. Não confundam carencia com afeto.. e pensem seriamente sobre sua necessidade de competição até mesmo em uma situação de parceria.. sou psicologa de casais e sei oq estou falando.

    • Sandra Coelho disse:

      Fico feliz em receber o comentário de uma terapeuta de casais por aqui.
      Como você bem sabe, o sofrimento nos relacionamentos é algo que acontece, tanto para o homem, quanto para a mulher.
      Devido a isso, muitas vezes as pessoas entram em comportamentos destrutivos em relacionamentos.

      Justamente por isso escrevo esse blog e dou vários conselhos para minhas leitoras baseados em minhas próprias experiências e estudos.
      Você pode sofrer e até se autodestruir por causa de um amor. Mas, quando entende como as coisas realmente funcionam e se liberta disso, você cresce e se torna uma pessoa muito mais forte.

  • a quase quatro anos me envolvir com um homem Casado E A Gente Se Relacionou Pra Valer Ele Mim Tinha Como Namorada Dele E Mostrava Pra Todo Mundo Isso A Um Ano Tive Um Filho Dele E Esse Relacionamento Veio A Tona Pra Familia E Pra Esposa Dele

Comente: